Connect
To Top

Ricardo Barbato além de um corpo perfeito

Um dos criadores do Mahamudra

Um dos criadores do Mahamudra

Ele vem causando polêmicas desde que assumiu seu relacionamento com a musa fitness, Gabriela Pugliessi. Mas Ricardo Barbato não deixou que isso te abalasse. Aos 28 anos, paulista de nascença e baiano de coração, abandonou a Califórrnia para espalhar seu LifeStyle para o mundo. Dono de um dos corpos mais sarados, ele deixa as críticas de lado e compartilha na web seus conhecimentos. Para quem ainda não segue seu Instagram – @ricardo.Barbato – vale a pena conferir as dicas do “Barba”, apelido carinhoso pelo qual é tratado pela namorada.

Com seu fiel amigo "Buda"

Com seu fiel amigo “Buda”

Fashionando – Como surgiu seu interesse pelo mundo fit?

Ricardo Barbato – Na verdade, surgiu sem que eu percebesse. Fui sempre incentivado pelos meus pais à prática de esportes, e acredito que um belo dia, sem que percebesse, fui conquistado por esse mundo fit que me faz tão bem.

Fashionando – A preocupação pelo corpo perfeito cresceu muito nos últimos anos.  À que você atribui essa preocupação?

Ricardo – Eu, particularmente, não busco perfeição, busco evolução. Porém, acredito que a exposição que vivemos hoje em dia, e a quantidade de informação, atrelada a supostos “parâmetros”, traz um peso para grande parte das pessoas que sempre procuram estar dentro dos padrões criados e estipulados pela mídia/sociedade.Ricardo-barbato-entrevista-corpo-sarado-fashionando

Fashionando – Você tem um dos corpos mais desejados. Qual a sua rotina, treino, alimentação…?

Ricardo – Minha rotina é a adaptação constante. Acredito que o segredo é atingir o equilíbrio, independente da situação que você se encontre. Acho que os mais adaptáveis acabam atingindo seus objetivos mais rapidamente. Eu procuro treinar, buscando sempre evoluir e aprimorar minhas técnicas. Já a minha alimentação é bem “básica”, pois curto comer o que me faz bem, e isso, por si só, já me ajuda bastante.

Ricardo-Barbato-shape-homem

Fashionando – O que  faz você fugir da dieta?

Ricardo – Não sou a favor de dietas, sou a favor de reeducação alimentar. Não me lembro da última vez que ouvi alguém falando de uma dieta positivamente. Acredito que a palavra já vem com um peso, e isso já a torna mais difícil de ser executada. Claro que existem exceções, como, por exemplo, fazer uma dieta específica por um determinado período de tempo e para alcançar um objetivo estipulado. Acho ok! Mas sou contra as pessoas que vivem fazendo dietas, principalmente porque, hoje em dia, temos uma grande variedade das mesmas.

Fashionando – Namorando uma das musas fit, fica mais fácil levar uma vida saudável? Casal unido, “jaca” unido ou rola um estresse?

Ricardo – Sem dúvida, facilita. Não por ser a Gabriela, mas pelo simples fato de que o ser humano é altamente influenciável, e estando rodeado por pessoas “fit”, você vai acabar se tornando “fit” ou mudando de grupo. Quanto a parte do “jacar”, rola, sim, um certo impasse. Ás vezes estamos na mesma sintonia e “jacamos” juntos, mas também existem os momento em que um puxa o outro para o lado saudável.

Casal Fit mais famoso: Ricardo e Pugliesi

Casal Fit mais famoso: Ricardo e Pugliesi

Fashionando – Como você define o seu estilo de vestir?

Ricardo – Básico e descolado.

Fashionando – Você é um dos precursores dos homens barbados. Qual seu cuidado com ela? Usa algum produto específico?

Ricardo – Pois é, na verdade tiraram minha preciosa barba recentemente, mas nunca tive muitos cuidados com ela, não. Sou a favor das coisas naturais e da melhoria de cada um, sem que haja a perda da personalidade ou essência.

Fashionando – Qual seu referencia de estilo?

Ricardo – Tenho vários. Curto o básico, com um certo estilo diferenciado, e acho que o estilo vem muito mais da personalidade da pessoa do que a roupa comprada pela mesma.

Vaidoso, Ricardo não dispensa os cuidados com o visual

Vaidoso, Ricardo não dispensa os cuidados com o visual

Fashionando – A moda é cheia de altos e baixos. Já usou alguma roupa e hoje, quando se lembra, pensa: “putz, onde eu estava com a cabeça”? Qual?

Ricardo – Verdade. Acho que todo mundo deve se olhar, às vezes, e chegar a essa conclusão. Mas lembro-me de quando era moleque (15 anos) e usava muitas cores, até misturando laranja com verde, por exemplo (Rsrs), e hoje em dia raramente uso cores.

"hoje em dia raramente uso cores..."

“hoje em dia raramente uso cores…”

Fashionando A Gabriela te ajuda na hora de montar o look?

Ricardo – Eventualmente ela me ajuda a decidir entre duas opções, mas acho que meu estilo é muito bem definido, o que dificulta na invenção ou inovação de looks.

Fashionando – A internet virou um pouco “terra sem lei”, e todo mundo fala o que quer. Você, alguma vez, já pensou em jogar tudo pra cima?

Ricardo – Pois é, na verdade isto está passando dos limites. As pessoas falam o que querem na internet, sem a preocupação da consequência dos argumentos falados. Várias vezes já pensei, sim, mas recebo tanto carinho de pessoas do bem e que se inspiram em mim, que toda a falação não me abala.

ricardo-barbato-buda-dog

Ricardo – Como você lida com o assédio? Já que pelo Snap percebemos um Ricardo bastante tímido.

Ricardo – Não sofro muito assédio, não. Acho que as pessoas têm um pouco de “medo” de mim, ou se sentem intimidadas.  Sempre lidei de forma espontânea e natural com isso, e a timidez não me atrapalha.

O casal também tem seus momentos "look do dia"

O casal também tem seus momentos “look do dia”

Jogo Rápido

Adoro me exercitar: Na rua

Adoro comer no: Difícil essa, mas como amo a culinária oriental, acho que vou ficar com o Huto.

Quando quero relaxar: litoral norte.

Um cheiro: verde

Um livro: O último judeu/ Marco Polo

Uma refeição pra comer o resto da vida: Sempre saudável

Um viagem inesquecível: Califórnia

Próximo destino: Turquia

Marca favorita: Tenho várias, mas hoje vou ficar com a John Varvatos.

 

 

 

 

 

ricardo-barbato-banho-shape

Espero que tenham gostando! Em breve mais entrevistas.

Envie suas sugestões

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais Entrevistas